Ref. :  000000102
Date :  2001-01-25
Language :  Portuguese
Home Page / The whole website
fr / es / de / po / en

As senhas do Fórum


Algumas palavras, expressões e conceitos que fazem parte do vocabulário dos temas tratados nas conferências do Fórum Social Mundial:

Globalização

Há várias definições. Um conceito simples e abrangente descreve a globalização como um fenômeno decorrente dos avanços tecnológicos que permitem a transmissão de informações com extrema rapidez de qualquer parte do planeta para qualquer lugar do planeta. A globalização financeira se refere à possibilidade de que o capital possa circular pelo planeta em segundos e sua conseqüências sobre a economia dos países.

Globalização solidária

Expressão usada pelos que defendem um modelo alternativo de globalização, pelo qual as vantagens do fenômeno sejam estendidas aos pobres.

Liberalismo

Doutrina que serviu de fundamento ideológico às revoluções anti-absolutistas que ocorreram na Europa nos séculos XVII e XVIII e à luta pela independência dos Estados Unidos. Prega a liberdade individual, o direito a propriedade, a democracia representativa com a separação e independência entre os poderes, a livre iniciativa e concorrência como princípio básico capaz de harmonizar os interesses individuais e coletivos.

Neoliberalismo

Teoria econômica que ganhou corpo logo depois da Segunda Guerra Mundial, na Europa e nos Estados Unidos, como uma reação ao modelo do Estado de bem-estar social. O modelo neoliberal considera a intervenção do Estado uma ameaça à liberdade econômica e política. Seu objetivo principal era combater a forte influência das teorias de Jonh Maynard Keynes e, assim preparar as bases de um novo capitalismo. Uma das obras mais importantes da corrente é O Caminho da Servidão, do economista austríaco Fridrich A. Hayek, escrito 1944.

Consenso de Washington

É como ficou conhecido o conjunto de teses de autoria do economista norte-americano John Williamson, que teve grande influência nas transformações das economias latino-americanas nos anos 90. Foram apresentadas em seminário internacional, realizado na capital dos Estados Unidos em 1989,e apoiadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e pelo Banco Mundial. As principais recomendações de Williamson eram disciplina fiscal, redirecionamento dos gastos públicos, reforma tributária, taxas de juros livres, câmbio competitivo, abertura
comercial, liberdade para investimentos externos e privatização de estatais.

Le Monde Diplomatique

O Diplô, como é conhecido foi editado pela primeira vez há 50 anos. No início, era um suplemento mensal do jornal diário francês Le Monde, mas ganhou autonomia e fama como publicação crítica do neoliberalismo. É presidido por Ignacio Ramonet e seu diretor-geral é Bernard Cassen. Entre seus redatores e colaboradores estão Noam Chomsky, o subcomandante Marcos,
José Saramago, François Chesnais e Ahmed Bem Bella. É administraddo pela sociedade anônima Le Monde diplomatique SA, que tem como acionistas o próprio Le Monde, a equipe de jornalistas, representada pela Associação Gunter Holzmann, e a associação Les Amis du Monde diplomatique (Associação dos Amigos do jornal), que reúne mais de 10 mil leitores. A edição em português só está disponível na Internet: www.diplo.com.br.

Capital especulativo

Volume de recursos, que graças aos avanços da tecnologia de transmissão de informações, pode circular pelas praças financeiras em segundos. Esses recursos não são investidos na produção de bens, mas em bolsas de valores e nos chamados mercados futuros, nos quais é possível ganhar jogando com a variação de preços e taxas de juros.

Attac

Sigla de Ação pela Tributação das Transações Financeiras e Apoio aos Cidadãos, movimento iniciado na França que defende a tributação do capital especulativo. É presidida pelo editor do Le Monde Diplomatique, Bernard Cassen. A entidade também é contra o Acordo Multilateral de Investimentos, que prevê a liberalização dos investimentos internacionais.

Taxa Tobin

É como ficou conhecida a proposta de ser aplicar uma taxa a todas as operações financeiras. Foi proposta em 1972, pelo economista norte-americano James Tobin, que recebeu em 1981 o prêmio Nobel da Economia, pelos seus trabalhos de investigação sobre as relações entre os mercados financeiros e o emprego, a produção e os preços. Pela proposta, o dinheiro arrecadado será aplicado na para estabilização de países cuja economia seja afetada por crises decorrentes da especulação financeira.


Rate this content
 
 
 
Average of 27 ratings 
Rating 2.30 / 4 MoyenMoyenMoyenMoyen
Same author:
 flecheSaramago, José
 flecheO encontro na ótica da imprensa
 flecheOs fóruns de Porto Alegre e Davos no divã
 flecheDavos aplaude a mensagem de Lula
 flecheLula at the World Social Forum
 flecheIntelectuais pedem mudanças em organismos mundiais
 flecheSindicatos de todo o mundo planejam central sindical única
 flecheFSM 2005 – Concert d’ouverture
 flecheFSM 2005 – Camp de la Jeunesse 1
 flecheFSM 2005 - Marche pour la Paix 1
 flecheFSM 2005 - Marche pour la Paix 2
 flecheFSM: Um outro mundo pede passagem
 flecheEvento começa nesta quarta em clima de despedida
 flecheDois lados
 flecheNoam Chomsky é uma das estrelas do FSM 2003
 flecheHugo Chávez agita o Fórum Social Mundial
 flecheMeeting
 flecheConfusão na abertura do Fórum
 flechePortas abertas a chefes de Estado
 flecheParticipação de Lula no WEF gera polêmica
 flecheOrganizadores discutem o futuro do Fórum Social Mundial
 flecheFórum de Autoridades reúne prefeitos de 25 países
 flecheAcesso universal à escola custaria US$ 11 bilhões
 fleche"Esperamos que seja a única vez que Lula vá a Davos"
 flecheTenda gigante para receber as estrelas
 flecheGrito dos Excluídos reúne milhares em todo o país
 flechePorto Alegre sedia debates sobre a cultura mundial
 flecheOs temas ocultos da Rio+10
 flecheUm Profeta em Porto Alegre
 flecheFórum Social Mundial produz "calendário de resistência"
 flecheÍndia quer ser sede do Fórum em 2004
 flecheDebate sobre Taxa Tobin chega à exaustão
 flecheChomsky abre conferências sobre a paz
 flecheAtaque a carro-forte tumultua Fórum Social Mundial
 flechePrefeitos lançam rede de cidades
 flecheEsquivel e Karlsson falam sobre globalização
 flecheFórum Social Mundial começa hoje
 flecheGovernador abre as portas do Estado para o Fórum Social Mundial
 flecheJosé Bové desembarca em Porto Alegre
 flecheArgentina em pauta no Fórum Econômico Mundial
 flecheGoverno reforça esquema de segurança durante Fórum Mundial Social
 flecheMST confima presença de José Bové em Porto Alegre
 flecheFórum de Autoridades reúne prefeitos de 26 países
 flecheEvento discutirá os caminhos da paz
 flecheFórum Mundial reúne educadores a partir desta quarta na Capital
 flecheCúpula das Américas marca novo encontro na Argentina
 flecheReunião de cúpula da Alca começa nesta sexta
 flecheAlca excluirá países não-democráticos
 flecheManifestantes destróem lavoura transgênica
 flecheOs idiomas do neoliberalismo
 flecheMultipolaridade e monopolaridade
 flecheFórum Econômico Mundial de Davos termina com importante avanço
 flecheMarcha contra o Neoliberalismo agita Porto Alegre
 flecheComo Mediar os Conflitos e Construir a Paz?
 fleche"Não venderemos o sangue dos nossos filhos"
 fleche"Como Fortalecer a Capacidade de Ação das Sociedades e a Construção do Espaço Público"
 flecheMinistro francês propõe parceria entre Davos e Porto Alegre
 flecheEl portal por un mundo mejor
 flecheFórum Social Mundial começa com polêmica
 flecheFernando Henrique Cardoso e o Fórum Social: Não dá para quebrar máquinas
 flecheSuíços se dividem entre Davos e Porto Alegre
 flecheAquí un mundo mejor ja es posible
 flecheJournal quotidien de l'Etat de Rio Grande do Sul
 flecheUm acampamento contra o tédio
 flecheFórum pela Inclusão Social
 flecheGoverno francês vai a Fórum em Porto Alegre
 flecheOs gerentes do mundo se encontram em Davos
 flecheFórum vai além da estatização
13
SEARCH
Keywords   go
in 
the articles